BLOG

Mês das Mães

IBGO - Mês das Mães

Maio é, sem dúvidas, um dos meses mais especiais para o IBGO. Afinal, talvez em nenhum outro mês do ano o sonho de ser mãe fique tão aflorado. Sonho esse que nós temos orgulho de ajudar a realizar na vida de tantas mulheres. É isso que nos leva para frente.

Entretanto, muitas temem ter esse sonho ameaçado por um mal que vem se tornando cada vez mais frequente: a endometriose. Causada quando o endométrio (tecido que envolve o útero) começa a crescer e envolver outros órgãos, a endometriose pode estar conectada a dificuldades em engravidar.

Essa infertilidade se dá quando o endométrio envolve as trompas ou o ovário, o que gera uma inflamação. Por consequência, ocorre um processo de cicatrização que pode acabar causando uma mudança anatômica no órgão, impedindo que ele funcione da maneira adequada. Além disso, a qualidade do óvulo e do espermatozoide pode acabar sendo afetada pelas células inflamatórias causadas pelo crescimento do endométrio.

Detectar a endometriose não é fácil. Cólica, inchaço e dor abdominal são sintomas que podem ser facilmente confundidos com os que aparecem no período menstrual. Isso faz com que as mulheres levem, em média, cerca de sete anos para descobrir os diagnósticos após o início dos primeiros sintomas, sendo que esse período chega a doze anos quando as queixas começam na adolescência. Além dos sintomas já citados, dor nas relações sexuais e dificuldade ao urinar também podem ser sinal da doença.

Entretanto, apesar de a endometriose dificultar a concepção, essa doença não deve jamais ser a razão de alguém abandonar o sonho de ser mamãe. Medicamentos via oral, injeção, ou mesmo um dispositivo intra-uterino podem tratar de casos leves ou moderados de endometriose. Para os casos mais avançados, a videolaparoscopia trata a doença.

Após tratadas da endometriose, muitas mulheres conseguem engravidar de forma espontânea nos primeiros 12 meses. Entretanto, aquelas que ainda encontram dificuldades poderão contar com diversos procedimentos que ajudam na concepção, como a fertilização in vitro (FIV).

Diversas mulheres que hoje são mamães passaram por essa dificuldade!

Neste mês das mães, não deixe de sonhar.

Fonte:

Trocando Fraldas

Revista Crescer

ibgodf@gmail.com

Ed. Biosphere Health Center
SHL/N Lote 09 Bloco A Sala 108
CEP: 70.770-560

61 9.9874-8888
61 3034-4554

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
RT: 1428/DF

Videolaparoscopia

A videolaparoscopia (ou laparoscopia) é um procedimento minimamente invasivo, que diagnostica e trata doenças na região abdominal. É feita com uma minicâmera, introduzida pela cavidade pélvica, com auxílio de pequenas incisões.

O especialista tem uma visão ampla e profunda dos órgãos e tecidos internos, podendo tanto diagnosticar quando realizar cirurgias minuciosas e detalhadas, com imagens aumentadas e com excelente resolução.

É um procedimento indicado em casos de endometriose, cistos ovarianos, miomas uterinos, gestação ectópica e doenças inflamatórias.

Histeroscopia

Esse procedimento é realizado para diagnosticar e tratar doenças no útero e nas tubas uterinas, órgãos que podem ser investigados com a ajuda de um aparelho chamado Histeroscópio. A histeroscopia pode identificar e até mesmo retirar elementos "estranhos" no útero ou nas tubas. Tem baixos índices de complicações e é minimamente invasivo.

Colposcopia

Este é um exame que permite visualizar a vagina e o colo do útero através de um aparelho chamado Colposcópio. É bastante efetivo nos cuidados com HPV, Human Papiloma Virus, da vagina e do colo do útero. É geralmente indicado quando há resultados anormais no teste Papanicolau e realizado no próprio consultório.

Psicologia Perinatal

Esta é uma área da Psicologia que volta-se para os cuidados com a mulher ou com o casal no período que antecede a gravidez, durante a gestação, no momento do parto ou pós-parto. O objetivo principal é auxiliar os pais neste momento que é novo e que traz para o dia a dia aquilo que antes era desconhecido, ou seja, ajudar o casal na adaptação nesta nova fase. Isso é feito através de um trabalho que percebe e ameniza menos, angústias, expectativas etc.

Ginecologia

É a área da medicina que trata diretamente com questões ligadas ao aparelho reprodutor feminino (vagina, útero e ovários) e mamas.

Parto Humanizado

Independente do local escolhido, o parto humanizado é da forma como a mulher quer, dentro das condições que sua saúde permite. É aquele no qual as decisões e vontades da mamãe são levados muito mais em conta do que em partos convencionais.

Implantes Hormonais

Os Implantes hormonais são um método contraceptivo ou de reposição hormonal de longa duração, pois precisam ser trocados apenas a cada 6 meses ou um ano. Funciona através do implante de um pequeno "bastonete" sob a pele e possui diversas vantagens em relação a outros métodos de TRH (Tratamento de Reposição Hormonal).